PUBLICIDADE
Moçambique/Dívidas Ocultas

Partido no poder diz que PR "não recebeu nenhum suborno"

22 | 11 | 2019   14.56H

O porta-voz da Frente de Libertação de Moçambique (Frelimo), partido no poder, referiu hoje que o seu líder e Presidente da República, Filipe Nyusi, "não recebeu nenhum suborno" do dinheiro das dívidas ocultas e "está isento de culpa".

"Está isento disto, não recebeu nenhum suborno", disse à Lusa, o porta-voz da Frelimo, Caifadine Manasse.

O responsável referia-se a alegações do principal arguido do julgamento nos Estados Unidos, Jean Boustani, de que a empresa Privinvest pagou cinco milhões de dólares (4,5 milhões de euros) para a campanha presidencial de Filipe Nyusi de 2014 (um milhão para a campanha própria e quatro milhões para a Frelimo), a pedido do ex-Presidente Armando Guebuza.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE