PUBLICIDADE
Actualidade

Costa quer desenvolver em Portugal uma base industrial ferroviária

28 | 11 | 2019   18.03H

O primeiro-ministro considerou hoje que Portugal deve ter como projeto o desenvolvimento de uma base industrial ferroviária, designadamente na área da manutenção e na produção de material circulante, com objetivos de entrar no mercado exportador.

António Costa assumiu este desígnio económico no final da cerimónia de assinatura do contrato de serviço público entre a CP e o Estado, na Estação do Rossio, em Lisboa, no qual também estiveram presentes os ministros de Estado e das Finanças, Mário Centeno, e das Infraestruturas e Habitação, Pedro Nuno Santos.

"A CP pode ser um fortíssimo motor para a criação de uma nova área de competência industrial em Portugal, designadamente na área da manutenção e de novo na produção de material circulante. Esta é uma enorme oportunidade que temos. Não é garantido que a possamos alcançar, mas a vida já nos ensinou que quem não tenta não alcança", justificou o primeiro-ministro.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

11 comentários

  • Quando vamos fazer compras e entramos numa das melhores lojas de roupa, deparámo-nos com empregados adequadamente muito vem vestidos. Para que haja uma indústria de materiais circulantes dos caminhos-de-ferro é preciso que Portugal esteja adequadamente bem vestido quando for visitado pelos interesses estrangeiros, ou seja, termos vias férreas activas e não abandonadas e esquecidas. Era bom que começassem por aí.
    João Dos Santos | 03.12.2019 | 19.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Logo vi! Nada como veres as etiquetas. Assim ficaste esclarecida acerca da bondade do sistema capitalista. É que a única indústria que por enquanto ainda funciona neste paraíso chamado "civilização ocidental", é a depena de frangos, o resto vem de países em que o Partido Comunista se mantém a balões de oxigénio, China, Vietname, ...
    Dono dos Burros | 02.12.2019 | 20.53Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Costa é um poeta de tasca!
    Jesus Cristo laico | 02.12.2019 | 20.35Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Costa nao tem dinheiro para mandar cantar um cego,como vai fazer? Pedir aos paises capitalistas para investir em portugal ?Ou é uma simples manobra de gincana politica.A inaçao imposta aos empresarios e investidores tem custos e lá vao 44 anos de estagnaçao económica compensada com vend de ativos e fiscalidade perturbador. e de bancarrota em bancarrota até ao dia de insolvencia do País.,O grande monstro da DIVIDA e segurança financeira arrasam a estabilidade e um futuro promissor nao garantido.
    Camilo | 30.11.2019 | 13.03Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • A iliteracia tem os seus custos
    Sonia | 30.11.2019 | 12.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ó Sónia dependes de que país? da China pela certa. Verifica lá as etiquetas todas e depois escreve aqui os números. Fia-te no capitalismo e não corras. Os USA, já começam a ficar atrás, em todos os indicadores, daquele país que têm a mandar o Partido Comunista e que se chama China. Acorda!! Hiper-regulado? Agradece à União 'soviética' Europeia. Essa estrutura que manda em todos mas que ninguém elege. Aeroportos? Material ferroviário? Costumas enviar muitas carruagens por avião. Se sim, deve ser naquele de fabrico ainda soviético e que se designa Antonov An-124. Mais uma vez os comunistas a chatearem. Que praga. Logo eu que gosto tanto do capitalismo e das suas balelas cor-de-rosa. Irra!!!!
    Dono dos Burros | 30.11.2019 | 01.33Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O mercado nacional nao tem escala para a tal empresa por isso só após consulta internacional do mercado poderá ter exito.Se houver países que queiram depender do fabrico português e assumam compromissos tudo bem senao é asneira grossa.Mas nao estou a ver no contexto internacional quem queira depender de um País compendor socialista instável .com hiperregulaçao, fisco agressivol,justiça lenta ,saude sem resposta imediata e burocracia colossal.A nova unidade a ser desenvolvida e tenha que ter quadros internacionais só poderia ser instalada em Lisboa e Porto onde há aeroportos e meios de assistencia e educaçao sofriveis comparando com os paises mais desenvolvidos do MUNDO.
    Sonia | 29.11.2019 | 16.51Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Continua-se a brincar aos governos! Portugal não tem know how nem dinheiro para investir na construção de carruagens nem de locomotivas! Que o Governo lance um concurso internacional para a compra de locomotivas e carruagens com a condição de serem construídas em Portugal e a fábrica ser orientada para a exportação!
    Jesus Cristo laico | 28.11.2019 | 23.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Ó Costa, vai dar banho ao cão. Eh pá, desde o tempo do Gordo Lino, o famoso "jáméééééé!" que a ligação entre a Covilhã e a Guarda está à espera de quê? O resto da renovação da linha do Norte, principalmente entre Espinho e Gaia, está à espera de quê? Não me ...!
    Dono dos Burros | 28.11.2019 | 20.38Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Boa! Pode aproveitar a SOREFAME, empresa nacional de construção ferroviária; não pode porque foi privatizada, i. e. entregue à BOMBARDIER, a uma empresa canadiana que aproveitou para a fechar de seguida, acabando de forma fácil com uma concorrente
    Zé da burra o alentejano | 28.11.2019 | 19.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • SE FOR PÚBLICA SÓ DA PREJUÍZO SE FOR PRIVADA SÓ HÁ GREVES SÓ SE FOR FEITA COM OS PARTIDOS DO PCP E BE ESSES SÃO MUITO BONS EMPRESÁRIOS DESDE QUE NÃO PAGUEM OS IMPOSTOS COMO ACONTECE COM ELES
    O povo | 28.11.2019 | 18.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE