PUBLICIDADE
Actualidade

TC são-tomense nega legitimidade ao congresso do ADI que elegeu Patrice Trovoada

04 | 12 | 2019   19.09H

O Tribunal Constitucional são-tomense não reconhece legitimidade ao congresso do partido Ação Democrática Independente (ADI, oposição), que elegeu em setembro como presidente o antigo líder e ex-primeiro-ministro, Patrice Trovoada, segundo a decisão a que a Lusa teve acesso.

Segundo o acórdão n.º 5/2019 deste órgão, o coletivo dos juízes do Tribunal Constitucional, reunido em conferência, decidiu não dar provimento à comunicação de Domingos José da Trindade Boa Morte "para efeitos de depósito e registo dos nomes dos dirigentes eleitos no congresso de 28 de Setembro".

Nesse congresso, além de Patrice Trovoada como presidente, foram eleitos para a vice-presidência Orlando da Mata e Celmira Sacramento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE