PUBLICIDADE
Moçambique/Ataques

Renamo critica uso de mercenários russos e silêncio do Governo

07 | 12 | 2019   13.46H

O líder da Resistência Nacional Moçambicana (Renamo) acusou hoje o Governo de Moçambique de ter falhado ao contratar mercenários russos para liquidar insurgentes islâmicos no norte do país, ignorando o real problema das populações.

"O Governo de Moçambique foi à Rússia e trouxe de lá mercenários", mas "esses que fizeram a intervenção militar hoje já não estão lá" porque "viram que alguma coisa está errada", não conseguindo resolver os problemas, que "têm razão profundas" e mostram as divisões sociais e económicas daquela região, afirmou Ossufo Momade.

"O envolvimento dos estrangeiros está a diluir aquilo que é o pensamento dos moçambicanos" sobre os conflitos sociais e religiosos que estão na origem dos ataques a alvos civis ou ligados ao setor petrolífero, que está a fazer fortes investimentos na província de Cabo Delgado, considerou, numa entrevista à agência Lusa por telefone.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE