PUBLICIDADE
Actualidade

Parlamento timorense atribui nacionalidade ao jornalista Max Stahl

10 | 12 | 2019   04.40H

O Parlamento Nacional timorense deliberou hoje, por unanimidade, atribuir a nacionalidade ao jornalista britânico Max Stahl, que filmou o massacre de Santa Cruz, em reconhecimento pelo seu papel na luta pela libertação de Timor-Leste.

"É com elevada honra que o Parlamento Nacional atribui a nacionalidade timorense a Max Stahl", refere a resolução votada e aprovada hoje em plenário.

"Este ato representa a homenagem do povo de Timor-Leste ao espírito humanista, altruísmo e extraordinária coragem de Max Stahl e expressa o agradecimento e reconhecimento dos feitos excecionais praticados por um homem excecional", nota ainda.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE