PUBLICIDADE
Actualidade

Jovem que matou à pancada sexagenário do Porto condenado a 18 anos de prisão

11 | 12 | 2019   16.01H

O Juízo Central Criminal do Porto aplicou hoje 18 anos de prisão a um arguido de 22 anos que espancou até à morte um homem de 66 anos, filmou-o em agonia e roubou-o.

Os factos ocorreram em 11 de fevereiro de 2019, na residência do ofendido, situada num primeiro andar da Rua de Santos Pousada, no Porto, e a vítima foi encontrada cadáver no dia seguinte, por uma vizinha.

Em consequência dos murros, joelhadas e pontapés que lhe foram infligidos, o sexagenário ficou com lesões traumáticas crânio-meningo-encefálicas e faciais que determinaram a sua morte, segundo o relatório da autópsia.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Não sou adepto da pena de morte, nem sou adepto da pena de prisão perpétua. Agora isto não é nada. É "justiça" de m++++ feita em nosso nome. Não há atenuantes aqui na notícia, nem a idade pode servir para isso. 22 + 18 = dão 40 anos. Se hipoteticamente ele cumprisse a pena toda, saía aos 40 anos de idade reabilitado? Talvez saia mais um especialista em fechaduras, como o amigo dos da judiciária. 22 + 30 integrais, sem possibilidade de redução é o mínimo que a "justiça" se tivesse J teria aplicado. Assim, m++++ para isto.
    Dono dos Burros | 11.12.2019 | 16.55Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE