PUBLICIDADE
Actualidade

Músicos cabo-verdianos orgulhosos e felizes querem mais atenção e morna nas escolas

11 | 12 | 2019   17.08H

Artistas cabo-verdianos manifestaram-se hoje orgulhosos e felizes com a classificação da morna como Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, esperando que, a partir de agora, o género musical tenha mais atenção e seja ensinado nas escolas.

Em declarações à Lusa, Aniceto Gomes, construtor de instrumentos musicais, natural de São Tome e Príncipe, mas residente em São Vicente, disse que está contente com a classificação da morna, tendo recebido um convite para uma apresentação na quinta-feira na casa da Cultura de Cabo Verde, em Lisboa.

"Estamos todos felizes. Como artista, louvo esta classificação e é um grande passo para Cabo Verde", afirmou Aniceto Gomes, que se dedica à construção de instrumentos há 37 anos, tendo já vendido as suas criações a muitos artistas cabo-verdianos e estrangeiros.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE