PUBLICIDADE
Actualidade

Franklim Lobo pede nulidade do acórdão da Relação que revoga a sua libertação

12 | 12 | 2019   11.32H

O advogado do alegado narcotraficante de droga Franklim Lobo pediu hoje a nulidade do acórdão do Tribunal da Relação de Lisboa (TRL), que revogou a suspensão da medida de prisão preventiva, num processo autónomo da Operação Aquiles.

No recurso hoje enviado e a que a agência Lusa teve acesso, o advogado Vítor Carreto pediu a nulidade do acórdão, por violação das normas do Código do Processo Penal, por apresentar conclusões extensas iguais e que repetem o teor das alegações.

Vítor Carreto disse à Lusa que o seu cliente vai apresentar-se às autoridades policiais só depois da decisão transitar em julgado no sentido de voltar a cumprir prisão preventiva à ordem de um processo autónoma da chamada Operação Aquiles.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE