PUBLICIDADE
Actualidade

Estado Islâmico reivindica autoria de ataque que fez mais de 70 mortos no Níger

12 | 12 | 2019   18.17H

O grupo 'jihadista' Estado Islâmico (EI) reivindicou hoje o ataque contra um quartel militar no Níger, que causou pelo menos 71 mortos e um número indeterminado de desaparecidos.

O grupo afirmou, numa mensagem divulgada através dos seus canais habituais, que os seus combatentes mataram "pelo menos cem soldados do exército apóstata do Níger" e deixaram "dezenas de feridos".

Na breve mensagem, afirma que os elementos do Estado Islâmico atacaram o quartel "com armas ligeiras, médias e pesadas", antes de tomar o controlo da base militar durante horas, tendo depois fugido levando "armas, munições, 16 veículos e vários blindados".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE