PUBLICIDADE
Brexit

Reunidas condições para "divórcio", Costa espera rápido acordo sobre "poder paternal"

13 | 12 | 2019   13.40H

O primeiro-ministro, António Costa, afirmou hoje que, reunidas as condições políticas para o "divórcio" do Reino Unido com a UE, importa avançar rapidamente nas negociações sobre "a relação de poder paternal", ou seja, as futuras relações pós-'Brexit'.

"Esperemos que agora que o acordo de divórcio tem condições de ser aprovado, que a parte verdadeiramente importante, que é estabelecer a relação futura, se quiser a relação de poder paternal, decorra agora de uma forma mais rápida, sobretudo menos contenciosa, com mais estabilidade, porque essa é a fase verdadeiramente importante", declarou António Costa.

O primeiro-ministro português falava no final de um Conselho Europeu, em Bruxelas, no qual foi abordado o 'Brexit', à luz dos resultados das eleições legislativas de quinta-feira no Reino Unido, que se saldaram numa vitória clara de Boris Johnson.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Em vez de palavreado de m++++, trata mas é de preparares a saída de Portugal. Não esperes que a casa vá abaixo, contigo a dormir lá dentro.
    Dono dos Burros | 13.12.2019 | 16.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE