PUBLICIDADE
Actualidade

Cientistas defendem fim de pesticidas sintéticos para salvar insetos

06 | 01 | 2020   16.20H

Uma equipa internacional de cientistas defendeu hoje que os governos do mundo devem agir para salvar os insetos do declínio que os afeta, principalmente pela destruição de habitats com pesticidas e agricultura intensiva.

Um dos investigadores, Paulo Borges, da Universidade dos Açores, disse à agência Lusa que o roteiro com medidas para mitigar o declínio visa "pressionar os governos do mundo" para que abandonem gradualmente os pesticidas e fertilizantes sintéticos.

Entre as alternativas que defendem no roteiro, publicado na revista Nature Ecology and Evolution, está o uso de "organismos vivos predadores de pragas, como já acontece na fruticultura biológica", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE