PUBLICIDADE
Actualidade

Indígenas denunciam política de "genocídio, etnocídio e ecocídio" do Governo brasileiro

18 | 01 | 2020   04.00H

Mais de 600 líderes indígenas brasileiros, reunidos em torno do emblemático chefe Raoni Metuktire no meio da floresta, denunciaram sexta-feira a política de "genocídio, etnocídio e ecocídio" incentivada, acusam, pelo Governo de Jair Bolsonaro.

Líderes indígenas e representantes de outras comunidades amazónicas estão reunidos desde terça-feira no estado de Mato Grosso, para formar uma união sagrada contra a política ambiental do Presidente brasileiro.

Estes responsáveis acusam o Governo de ameaçar o modo de vida dos nativos com as suas políticas, em particular através de uma lei com a qual se pretende autorizar atividades de mineração em terras reservadas para os nativos.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE