PUBLICIDADE
Livre/Congresso

Moção para retirada de confiança a Joacine já não vai a votos

18 | 01 | 2020   17.36H

A moção que propõe a retirada de confiança do Livre à deputada Joacine Katar Moreira já não será votada no domingo, no segundo dia do IX congresso do partido, disse hoje um dos subscritores do texto.

Os susbcritores da moção pediam à única deputada do partido para renunciar ao mandato e, caso tal não acontecesse, que lhe fosse retirada a confiança política.

Bruno Machado, um dos cinco subscritores da moção "Recuperar o Livre, resgatar a política", anunciou que a iniciativa em causa vai ser retirada, por "não fazer sentido" votá-la, após o congresso ter decidido adiar a decisão sobre a retirada da confiança política à deputada e tê-la remetido para os novos órgãos do partido que serão eleitos no domingo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Para este lado, é para o lado em que durmo melhor. Este livre, não é aquele partido do trânsfuga Rui Tavares? Aquele que, assim que chegou a Bruxelas, mudou logo de cor? Oportunista um dia, oportunista sempre! Só para dizer que, os lugares devem pertencer aos partidos, não está escrito na Lei, mas devia estar. Sempre que o partido reclama o lugar, só têm que o entregar. Ninguém é eleito em lista nominativa, para além do Presidente da República. As listas são partidárias. Se não conhecem os programas, como é que podem votar? Votam tipo: aiiiii! eu gosta é da Goucha. Tá calada! pra mim é o Conde! No sistema que está em vigor, são feitas escolhas partidárias, que deveriam corresponder a programas próprios e diferentes. Não optaram os pais da CRP, pelas listas nominativas e bem. Por isso entrega lá o lugar se fazes favor. Isto é válido para todos os partidos, a não ser assim, é prostituir o espírito da coisa e enganar o eleitor. Mas a isso ele já está habituado. São todos iguais! Não é,ti Tonho?
    Dono dos Burros | 18.01.2020 | 20.56Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O LIVRE manchou a imagem que nunca teve quer dizer de irrelevante pasou a irrelevante.Tentou assalatar a AR quando o mérito foi de Joacine Katar e nao do programa do LIVRE que ninguem conhece.Alguem conhece os programas partidários ou votam nas promessas eleitorais e carisma candidatos.Que nao pensa antes de agir faz VERGONHAS.Qual a credibilidade neste momento do LIRE?Mas livre de quê?
    Joao | 18.01.2020 | 18.15Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE