PUBLICIDADE
PSD

Rio diz que boicote na Madeira "não é lá muito correto"

18 | 01 | 2020   21.11H

O candidato à liderança do PSD Rui Rio considerou hoje "não muito correto" que os 104 militantes com quotas em dia da Madeira não tenham podido votar nas eleições diretas do partido.

"Não é lá muito correto, porque há 104 pessoas na Madeira que fizeram exatamente o mesmo que os tais 40 mil e não sei quantos [os 40.604 militantes com as quotas em dia que puderam votar na segunda volta de hoje], portanto têm o direito a votar", afirmou Rio em declarações aos jornalistas à chegada ao hotel do Porto onde vai acompanhar a noite eleitoral do partido.

Sustentando que, "da forma como fizeram, essas pessoas ficaram sem o direito a votar, e elas cumpriram direitinho como todos os demais", o ainda líder do PSD considerou que tal "era desnecessário": "Não acho bonito isso, não acho bonito. Também muitas vezes há, em eleições nacionais, boicotes às mesas e as pessoas não podem votar, também acontece, mas aqui era desnecessário", sustentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE