PUBLICIDADE
Actualidade

Cerca de 7.000 pessoas em fuga no Níger após ataque 'jihadista'

19 | 01 | 2020   17.20H

Perto de 7.000 pessoas fugiram da região de Chinégodar (oeste do Níger) após um ataque que fez 89 mortos no passado dia 09, anunciou hoje o Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) em comunicado.

"Perto de 7.000 pessoas, incluindo mil refugiados, fugiram da insegurança e da violência, após o recente ataque à cidade de Chinégodar, a cerca de 20 quilómetros da fronteira com o Mali", segundo o texto.

"Os testemunhos recolhidos mencionam populações civis que temem pela vida, após um ultimato de grupos armados", referiu o ACNUR. "Elas são alvos de ataques, de raptos, de assassínios, enquanto estes grupos se apropriam dos seus bens", acrescentou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE