PUBLICIDADE
Actualidade

Isabel dos Santos diz que "Luanda Leaks" é ataque baseado em documentos falsos e coordenado com Governo angolano

19 | 01 | 2020   19.46H

A empresária angolana Isabel dos Santos, a principal visada nos esquemas financeiros revelados no "Luanda Leaks", afirmou que a investigação é baseada em "documentos e informações falsas", num "ataque político" coordenado com o Governo angolano.

"As notícias do ICIJ [Consórcio Internacional de Jornalismo de Investigação] baseiam-se em muitos documentos falsos e falsa informação, é um ataque político coordenado em coordenação com o 'Governo Angolano' (sic). 715 mil documentos lidos? Quem acredita nisso?", reagiu a empresária, em inglês, através da sua conta do Twitter, acrescentando "#icij #mentiras".

A filha do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos ataca também os media portugueses SIC e o Expresso, que integram o consórcio de jornalistas que revelou hoje mais de 715 mil ficheiros que detalham esquemas financeiros de Isabel dos Santos e do marido, Sindika Dokolo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE