PUBLICIDADE
Actualidade

Toma de probióticos é desejável após tratamento com antibióticos, defende cientista

20 | 01 | 2020   16.01H

A investigadora do Instituto Gulbenkian de Ciência (IGC) Karina Xavier considera que é desejável a toma de probióticos após um tratamento com antibióticos para "acelerar a recuperação" da flora intestinal e assim minimizar o risco de novas infeções bacterianas.

"Os antibióticos são necessários, temos é de saber como minimizar os seus efeitos secundários", afirmou à Lusa. Um desses efeitos são alterações na microbiota intestinal, que se traduzem na perda de muitas bactérias que habitam o intestino e são benéficas, predispondo o organismo a infeções causadas por agentes invasores como as bactérias patogénicas, normalmente combatidas com antibióticos.

Karina Xavier, que lidera o laboratório de Sinalização Bacteriana do IGC, participou num estudo, hoje divulgado, que se centrou nos efeitos dos antibióticos na flora intestinal e no caráter protetor da bactéria 'Klebsiella michiganensis' (que existe no intestino humano em baixas concentrações) contra bactérias nocivas, como certas estirpes da 'E.coli' e a 'Salmonella', que provocam infeções gastrointestinais.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE