PUBLICIDADE
Actualidade

Ministra moçambicana da Cultura sai de orquestra da Casa da Música para ir ajudar o seu país

20 | 01 | 2020   19.16H

A nova ministra da Cultura e do Turismo de Moçambique, Eldevina Materula, assumiu hoje que nunca teve aspirações para ser ministra do seu país, mas afirmou que sempre teve a "aspiração de ajudar Moçambique".

"Esta nunca foi uma aspiração minha: ser ministra. Mas foi sempre uma aspiração minha ajudar Moçambique e, por isso, eu faço o que faço em Moçambique com o projeto [de ensino] Xiquitsi", avançou hoje à agência Lusa a nova ministra da Cultura e do Turismo de Moçambique, a partir do Porto, cidade onde atualmente desempenha as funções de oboé solista, na Orquestra Sinfónica da Casa da Música.

A poucas horas de viajar para Moçambique, a ministra da Cultura e do Turismo de Moçambique declarou, por seu turno, que se sente "extremamente honrada" por ter sido nomeada para o cargo de ministra do seu país.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE