PUBLICIDADE
Actualidade

Paulo Pedroso deixou de ser militante do PS antes das eleições

20 | 01 | 2020   23.04H

O ex-ministro e antigo porta-voz do PS, Paulo Pedroso, disse hoje à Lusa que deixou de ser militante do Partido Socialista antes das eleições legislativas de outubro, sem querer avançar as razões da saída.

"Saí do PS há meses, antes das eleições, mas pelos vistos só hoje deram por isso numa leitura mais atenta a um comentário meu sobre sindicalismo", disse o ministro do Trabalho e da Solidariedade do governo de António Guterres.

Questionado sobre as razões que o levaram a desfiliar-se do PS, Paulo Pedroso foi lacónico, respondendo: "Aconteceu, não tem nenhuma leitura. Um dia falaremos sobre isso".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE