PUBLICIDADE
Actualidade

Banco de desenvolvimento brasileiro não encontra irregularidades após auditoria milionária

21 | 01 | 2020   02.09H

O Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES), instituição financeira de fomento do Governo brasileiro, gastou 48 milhões de reais (10 milhões de euros) com uma auditoria interna, mas não encontrou evidências diretas de corrupção.

A informação faz parte do relatório final da auditoria do BNDES, datado de dezembro último e divulgado na segunda-feira pela imprensa brasileira, e que visava investigar operações entre o banco e as empresas JBS, Bertin e Eldorado Brasil Celulose, entre os anos de 2005 a 2018.

Contudo, o relatório não apontou nenhuma irregularidade ou evidência direta de corrupção nas operações realizadas entre o BNDES e as companhias mencionadas.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE