PUBLICIDADE
Actualidade

Acusado de atropelamento mortal nas Festas da Moita condenado a 16 anos de prisão

21 | 01 | 2020   10.46H

O Tribunal de Almada condenou hoje a 16 anos de prisão o condutor acusado do atropelamento mortal de uma jovem de 17 anos nas Festas da Moita, no distrito de Setúbal, em setembro de 2018.

Na leitura do acórdão, o coletivo de juízes deu como provados os factos da acusação, condenando Abel Fragoso, de 22 anos, a 16 anos de prisão por um homicídio qualificado consumado e 11 homicídios na forma tentada (tentativa de homicídio), além de uma pena acessória de inibição de conduzir por quatro anos.

Na visão da juíza, o arguido não atuou por negligência, ao contrário do que apontou em sede de julgamento, mas "por ter o orgulho ferido por ter sido agredido ao pé de tanta gente".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE