PUBLICIDADE
Actualidade

Decisão judicial obriga Ryanair a pagar subsídios a funcionário -- Sindicato

21 | 01 | 2020   14.06H

A Ryanair foi obrigada a pagar subsídios de férias e Natal a um funcionário, depois de perder um processo no Tribunal da Relação de Lisboa, adiantou hoje o SNPVAC - Sindicato Nacional do Pessoal de Voo de Aviação Civil.

Em comunicado, a estrutura sindical indicou que "a companhia aérea foi finalmente obrigada a respeitar o regime de parentalidade em vigor em Portugal, tendo o SNPVAC obtido pareceres favoráveis da CITE - Comissão para a Igualdade no Trabalho e no Emprego nestas matérias".

Mais importante, de acordo com o SNPVAC, foi a "decisão proferida pelo Tribunal da Relação de Lisboa, no âmbito de um processo de um antigo funcionário da Ryanair, despedido sem justa causa, em que este tribunal vem confirmar a sentença proferida em primeira instância".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE