PUBLICIDADE
Actualidade

Astrofísicos detetam oxigénio numa estrela antiga

21 | 01 | 2020   19.04H

Astrofísicos detetaram oxigénio, essencial à vida, numa estrela antiga, uma descoberta que pode dar pistas sobre como este e outros elementos químicos se terão formado nas primeiras gerações de estrelas, foi hoje divulgado.

A estrela em causa tem a designação de "J0815+4729" e na sua atmosfera foram encontradas "grandes quantidades" de oxigénio, refere em comunicado o Instituto de Astrofísica das Canárias (IAC), em Espanha, que participou no estudo, publicado na revista da especialidade The Astrophysical Journal Letters.

Depois do hidrogénio e do hélio, o oxigénio é o elemento químico mais abundante do Universo e é essencial para a vida na Terra.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE