PUBLICIDADE
Actualidade

Marcelo fala em "redescoberta do relacionamento político ao mais alto nível" com Israel

23 | 01 | 2020   18.57H

Marcelo Rebelo de Sousa considerou hoje que a sua deslocação a Jerusalém abriu "um caminho", 25 anos depois da última visita de um Presidente português a Israel, e falou numa "redescoberta do relacionamento político ao mais alto nível".

O Presidente da República falava aos jornalistas num hotel de Jerusalém, após ter participado no 5.º Fórum Mundial do Holocausto, a convite do seu homólogo israelita, Reuven Rivlin, com quem teve uma reunião bilateral na terça-feira, na qual disse sido acertada uma troca de visitas de Estado.

"Abriu-se um caminho. 25 anos depois, abriu-se um caminho, e houve uma redescoberta do relacionamento político ao mais alto nível entre Portugal e Israel, e redescoberta do peso da comunidade judaica ao longo da história em Portugal", declarou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Para além no Museu do Holocausto nazista é urgente que sejam criados o Museu Mundial do Holocausto comunista e do Museu Mundial do holocausto da inquisição.
    Jesus Cristo laico | 23.01.2020 | 23.31Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Não em meu nome, se faz favor. Nessa parte estou ao lado dos judeus, que não são sionistas. Apoiar estados que não acatam sistematicamente as resoluções do CS da ONU, essa não esperava de um jurista.
    Dono dos Burros | 23.01.2020 | 21.07Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE