PUBLICIDADE
Luanda Leaks

PGR de Angola admite recorrer à Europol e Interpol para investigações

24 | 01 | 2020   18.55H

O procurador-geral da República (PGR) de Angola disse hoje, em entrevista à Lusa, que poderá recorrer à Interpol e Europol, e a outros tipos de cooperação internacional, para as investigações de processos em curso ou que possam surgir.

"Quando há necessidade de recorrer à cooperação internacional temos que usar todos os instrumentos legais que existem e, portanto, Interpol, Europol e tudo o que for necessário iremos utilizar", afirmou à Lusa Helder Pitta Grós.

Até agora, garantiu que não recorreu a essas autoridades policiais: "Neste momento, ainda não o fizemos", mas "quando for necessário faremos isso".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE