PUBLICIDADE
CDS/Congresso

Rodrigues dos Santos não quer ser "BE da direita" e arranca maior ovação

25 | 01 | 2020   14.19H

O candidato à liderança do CDS Francisco Rodrigues dos Santos arrancou hoje, no 28.º congresso, em Aveiro, a maior ovação dos delegados, com um discurso inflamado, em defesa de um "partido popular interclassista" e com valores de direita.

"Não vamos ser o Bloco de Esquerda da direita", prometeu Rodrigues dos Santos, que recebeu a primeira salva de palmas de parte do congresso quando disse que estava ali "completamente solto e completamente livre".

"Que não tem padrinhos, não tem donos, não devem nada a ninguém nem é sucessor de ninguém", afirmou.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE