PUBLICIDADE
Actualidade

Portugal precisa do seu próprio conceito para a Temporada Cruzada - Demarcy

27 | 01 | 2020   11.18H

O encenador Emmanuel Demarcy-Mota, presidente da temporada cultural cruzada entre Portugal e a França 2021/2022, diz que não haverá lógica de "exportação" do conceito francês, e que cabe a Portugal encontrar o seu próprio conceito, nesta iniciativa.

"É evidente que quando se é presidente de uma temporada cruzada, não se pode aceitar uma dominação francesa. Não se trata aqui de uma exportação de um conceito francês. [...] Ao início este é um conceito francês, mas a minha posição é que Portugal também precisa desenvolver um conceito diferente", afirmou o presidente desta iniciativa em entrevista à Agência Lusa.

Emmanuel Demarcy-Mota, encenador e diretor do Théâtre de La Ville, em Paris, foi escolhido pelos dois governos para liderar o intercâmbio cultural que se vai desenvolver entre França e Portugal, durante 2021 e 2022.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE