PUBLICIDADE
Brexit

Direitos dos cidadãos é prioridade do embaixador da UE no Reino Unido

27 | 01 | 2020   14.59H

O primeiro embaixador da União Europeia no Reino Unido, que entra oficialmente em funções em 01 de fevereiro, disse hoje que a sua prioridade vai ser manter os direitos dos cidadãos europeus no Reino Unido e vice-versa.

"A minha prioridade vai ser [dar] atenção aos direitos dos cidadãos europeus que vivem no Reino Unido, mas também, naturalmente, aos cidadãos do Reino Unido que vivem nos 27" Estados-membros da União Europeia, admitiu hoje João Vale de Almeida à margem da conferência "Desafios da Europa em Transição", que se realizou de manhã no Centro Cultural de Belém, em Lisboa.

"O acordo de saída contém medidas que foram acordadas entre o Reino Unido e os Estados da UE, trata-se agora de aplicar no terreno essas medidas, de garantir aos cidadãos todos os direitos, de ajudar os cidadãos europeus no Reino Unido a preencher os requisitos que lhes permitam ficar", explicou, lembrando que existem "muitos milhares, se não milhões, de cidadãos europeus no Reino Unido".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

2 comentários

  • Lapsus-linguae. Acontece. De qualquer modo onde se lê "direitos" leia-se "dados de espionagem" aos cidadãos. O paládio, mais caro que o ouro neste momento, do século XXI. Outro pau-mandado, tal como o Guterres, eles sabem bem quem devem escolher para este lugares de faz-de-conta.
    Dono dos Burros | 27.01.2020 | 16.25Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • QUE MENTALIDADE DESTA GENTE SÓ VÊ OS DIREITOS É OS DEVERES QUE SE TÊM QUE SE CUMPRIR AS LEIS NÃO VAI SER COMO NESTE PAÍS QUE SE CHAMA PORTUGAL QUE É UMA VERGONHA NACIONAL
    O povo | 27.01.2020 | 15.12Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE