PUBLICIDADE
Vírus

Angola rastreou 1.630 passageiros e não tem registo de um caso suspeito -- autoridades

28 | 01 | 2020   13.21H

O Governo angolano anunciou hoje que foram rastreados, na segunda-feira, 1.630 passageiros - 728 estrangeiros e 902 angolanos -, e "não há qualquer registo no país de um caso suspeito" do novo coronavírus, garantindo "reforço da vigilância epidemiológica".

A informação foi transmitida hoje, em conferência de imprensa, pelo diretor nacional de Saúde Pública angolano em exercício, Eusébio Manuel, referindo que entre as ações de vigilância está a instalação de medidas de biossegurança nos pontos de entrada.

"Nos aeroportos, portos, paragens de autocarro e fronteiras continuam a ser reforçadas medidas de vigilância epidemiológica", afirmou o responsável, adiantando que decorrem ações de informação, educação e comunicação nos meios de informação sobre o vírus.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE