PUBLICIDADE
Síria

NATO exorta Assad e Moscovo a pararem "ataques horrendos" contra civis

11 | 02 | 2020   11.22H

O secretário-geral da NATO, Jens Stoltenberg, exortou hoje o regime sírio de Bashar al-Assad e a Rússia, sua aliada, a porem fim aos "ataques horrendos" no noroeste da Síria, designadamente em Idlib, que têm feito muitas vítimas entre civis.

"Estou muito preocupado com a situação em Idlib, porque estamos a assistir a ataques horrendos contra civis, e centenas de milhares de pessoas são forçadas a fugir" de suas casas, observou Stoltenberg, durante uma conferência de imprensa no "quartel general" da NATO, em Bruxelas, na véspera de uma reunião de ministros da Defesa da Aliança Atlântica.

O secretário-geral da NATO lamentou que Damasco, com o apoio de Moscovo, esteja a levar a cabo "ataques indiscriminados que incluem também alvos civis", insistindo que é imperioso "travar esta matança, estes ataques horrendos contra inocentes em Idlib".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

7 comentários

  • A NATO não estava. Portugal se quis fazer a guerra contra os movimentos pró independência nas suas colónias, teve que comprar o material de guerra aos contrabandistas do costume. Franceses, alemães e espanhóis. A NATO proibia que, tudo o que era cedido, vendido, dado, emprestado a Portugal, era só para uso exclusivo no âmbito da NATO, para podermos matar Comunistas. Além dos 3 contrabandistas citados, houve os racistas sul-africanos que nos alimentaram com comida e forneceram material de guerra. Nada que incomodasse o Regime, tal como não incomodou o ouro nazi, que o Constâncio do PS depois desbaratou a troco de um lugar doirado, como criado dos boches no BCE. A Ana Gomes do PS já disse que queria que os terroristas portugueses voltassem para cá. Ela lá sabe porquê!
    Dono dos Burros | 15.02.2020 | 16.39Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Onde estava a NATO e ONU quando milhares de portugueses em que mulheres sofreram a sangue frio precedida pela morte nas ruas do corte dos eios etc na célebre descolonizaçao exemplar em que foram chacinados ,brancosos,mistos, pretos indianos etc.??????Vâo dar banho ao câo.Os bens moveis ,imoveis e culturais , deixados pelos expulsos ou ditos retornados já foram devolvidos?????Ou foi e é um CHEGA para lá e dá cá?????
    Péricles | 15.02.2020 | 12.34Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Que es saiba a RUSSIA e SIRIA nao fazem parte da NATO.E estao a atacar os inimigos de ASSAD e RUSSIA e possiveis restos do ISIS.O que diz TRUMP que comanda e manda na NATO?O que pensa este individuo dos ISIS presos onde os vai colocar ou julgar?No seu PAÌS?
    KÁKÁ | 14.02.2020 | 09.29Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • E eu "comungo" da preocupação do parolo norueguês, não se devem matar terroristas protegidos pelos EUA e pela NATO, só se devem bombardear indiscriminadamente líbios, sírios, iraquianos, afegãos, iemenitas, vietnamitas, laosianos, and so on ...
    Dono dos Burros | 13.02.2020 | 22.06Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • O SNR que declare guerra á RUSSIA ou o medo impera?O conflito est´para estoirar e é possivel um extremar de posiçoes entre a RUSSIA e a TURQUIA.Inimigos abate aviao RUSSO, ,amigos e agora em tensao pré bélica.
    Factus | 13.02.2020 | 10.23Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Se ONU e NATO tivessem sido assertivos tinhamos um
    Diabo | 11.02.2020 | 12.49Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
  • Quabndo soldados d NATO foram acusados de violaçoes alegadamente este snr indignou-se?Criticou?Ou rejubilou?Anda tudo as avassas e já nada tem credibilidade a nao ser as snçoe economicas e poderio e intervençao militar de quem pode ou consentem.Isto é um ataue da ONU á RUSSIA?
    Irritante | 11.02.2020 | 12.27Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE