PUBLICIDADE
CGTP

Arménio Carlos critica política do Governo e diz que central é garante para trabalhadores

14 | 02 | 2020   13.03H

O secretário-geral da CGTP abriu hoje o seu congresso com críticas à política do Governo e defendendo que a Intersindical estará melhor sozinha na defesa dos trabalhadores na Concertação Social, do que acompanhada, em acordos que lhes retiram direitos.

"A assinatura de um acordo pela CGTP é 'um selo de garantia' de que não há direitos roubados, de que não há condições de trabalho ou de vida pioradas", afirmou Arménio Carlos na sua intervenção de abertura do XIV congresso da CGTP.

Para o sindicalista, esta é a razão pela qual os trabalhadores confiam na sua central.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE