PUBLICIDADE
Actualidade

Exército nigeriano responde ao Boko Haram queimando e forçando deslocação de aldeias

14 | 02 | 2020   13.47H

O Exército nigeriano queimou e forçou a deslocação de aldeias inteiras em resposta aos ataques recentes do Boko Haram, denunciou hoje a Amnistia Internacional (AI), com base em entrevistas e imagens de satélite recolhidas no nordeste da Nigéria.

Os militares detiveram ainda de forma arbitrária seis homens de aldeias deslocadas, prosseguindo um padrão de violações que a organização não-governamental (ONG) de defesa dos direitos humanos tem vindo a documentar no nordeste do país desde há uma década.

Os homens foram mantidos isolados em cativeiro durante quase um mês e submetidos a um tratamento desumano, antes de serem libertados em 30 de janeiro, segundo um relatório da AI hoje divulgado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE