PUBLICIDADE
Actualidade

Produtora Yellow Star desistiu de ação judicial sobre concurso do Teatro Maria Matos

14 | 02 | 2020   17.32H

A possibilidade de reabertura do Teatro Maria Matos resulta da retirada da ação interposta pela empresa Yellow Star Compagny contra a empresa municipal de Gestão de Equipamentos e Animação Cultural (EGEAC), disse hoje à agência Lusa o responsável da produtora.

Em causa estava uma ação interposta pela Yellow Star, sobre o resultado do concurso para a concessão do Teatro Maria Matos, realizado em 2018, de acordo com o responsável desta empresa, Paulo Sousa Costa, em declarações à agência Lusa, um dia depois de a Câmara de Lisboa ter anunciado a reabertura do teatro e o regresso à atividade, em abril, com a Força de Produção, entidade vencedora da consulta pública.

A ação que a Yellow Star interpusera contra a EGEAC, em setembro de 2018, no Tribunal Administrativo de Lisboa, foi "retirada há duas ou três semanas", disse Paulo Sousa Costa à Lusa.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE