PUBLICIDADE
Luanda Leaks

Operadora ZAP com atividade "normal" e "sem constrangimentos financeiros"

14 | 02 | 2020   19.48H

A ZAP, operadora de televisão pertencente à empresária angolana Isabel dos Santos, atualmente com as participações sociais e contas bancárias congeladas em Angola e Portugal, mantém uma atividade normal e "sem constrangimentos financeiros", assegurou fonte da empresa.

A operadora de televisão por satélite, que resulta de uma parceria entre Isabel dos Santos, que detém 70%, e a NOS, com 30%, é uma das empresas controladas pela filha do ex-Presidente angolano José Eduardo dos Santos, incluídas no arresto preventivo decretado, em dezembro, pelo tribunal de Luanda, a pedido do Estado angolano.

A decisão do tribunal implicou o arresto de contas e participações sociais de Isabel dos Santos em várias empresas angolanas, algumas das quais mais vulneráveis, depois do congelamento das contas bancárias da principal acionista. É o caso da cervejeira Sodiba, que assumiu publicamente que o seu plano de negócios pode estar comprometido e só tem recursos para funcionar até março.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE