PUBLICIDADE
Venezuela

Caracas exige explicações a Lisboa e acusa Portugal de minimizar situação

14 | 02 | 2020   20.32H

O Governo venezuelano acusa Portugal de minimizar as acusações de irregularidades no voo da TAP que transportou, na terça-feira, desde Lisboa até Caracas, o líder opositor Juan Guaidó, segundo um comunicado divulgado 'pelo Ministério das Relações Exteriores.

Na nota, as autoridades venezuelanas acusam Portugal de minimizar a situação e pede uma investigação rigorosa.

"A República Bolivariana da Venezuela expressa a sua condenação pelas graves irregularidades cometidas pela companhia aérea TAP, de Portugal, no voo TP173 de 12 de fevereiro de 2020, uma vez que contrariam as disposições de segurança da Organização Internacional de Aviação Civil" (OIAC), lê-se no documento.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Sem ordem do Pentágono, da CIA, da TIA e da PKosP, Portugal não pode explicar nada. Portugal não manda nada, vai explicar o quê? Falem com o Chefe em Washington. Somos uma mera sucursal e até o chefe dos comerciais está em Madrid.
    Dono dos Burros | 14.02.2020 | 21.32Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE