PUBLICIDADE
Eutanásia

Marcelo reserva a sua palavra "por escrito ou oralmente" para fim do processo

15 | 02 | 2020   08.00H

O Presidente da República afirmou hoje que receberá quem lhe pedir audiências sobre a eutanásia, mas que reserva a sua palavra "por escrito ou oralmente" para o fim do processo.

Marcelo Rebelo de Sousa, que durante o seu mandato sempre se escusou a tomar posição sobre esta matéria, não quis hoje, durante a sua visita de Estado à Índia, pronunciar-se sobre a possibilidade de um referendo ou sobre questões de constitucionalidade relacionadas com este tema.

Questionado pelos jornalistas junto à Porta da Índia, em Mumbai, o chefe de Estado prometeu que fará "uma avaliação não hipotética, mas efetiva, na altura em que tiver de ter", acrescentando: "Até lá as pessoas esperarão e naturalmente desempenharão os seus vários papéis. Cada um tem um papel a desempenhar".

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE