PUBLICIDADE
Actualidade

Novo diretor-geral da CPLP vê como positiva eventual entrada de novos Estados

16 | 02 | 2020   09.21H

O novo diretor-geral da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa considerou como positiva a entrada de outros Estados como membros efetivos da organização, desde que cumpram os requisitos e obedeçam aos seus princípios.

"Desde que cumpram os requisitos, desde que tenham o português como língua oficial, e que obedeçam aos princípios estabelecidos nos estatutos da CPLP não vejo por que razão outros Estados não poderão associar-se", afirmou, em entrevista à Lusa, o diplomata são-tomense Armindo Brito Fernandes, que tomou posse esta semana.

O diplomata são-tomense já tinha defendido a ideia do alargamento da CPLP a países não-lusófonos poucos dias depois de ter sido escolhido para o cargo de diretor-geral.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE