PUBLICIDADE
Actualidade

Grupo de homens armados matou 24 pessoas no Burkina Faso

17 | 02 | 2020   11.05H

Um grupo de homens armados matou 24 pessoas, incluindo um pastor de uma igreja, e sequestrou outras três, no domingo, no Burkina Faso, disse hoje um oficial das forças de segurança do Governo.

Estes foi o último ataque contra um líder religioso neste país da África Ocidental, onde a situação é cada vez mais instável.

O presidente da câmara de Boundore, Sihanri Osangola Brigadie, disse que o ataque ocorreu na cidade de Pansy, na província de Yagha. Os cerca de 20 atacantes separaram os homens das mulheres perto de uma igreja protestante e só mataram os homens.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE