PUBLICIDADE
Actualidade

PSP analisa imagens de videovigilância do jogo Guimarães-FC Porto

17 | 02 | 2020   13.46H

A PSP está analisar as imagens de videovigilância para que "rapidamente se consiga identificar o aparente elevado número de pessoas que participaram nos cânticos racistas" ao futebolista Marega, do FC Porto, revelou hoje o diretor nacional daquela polícia.

"Temos uma 'task force' a fazer isso [analisar as imagens de videovigilância] a tempo inteiro para que rapidamente consigamos identificar o aparente elevado número de pessoas que participaram nesses cânticos racistas", disse à agência Lusa o diretor nacional da PSP, superintendente-chefe Magina da Silva, à margem da tomada de posse do número dois da Polícia e do comandante da Unidade Especial de Polícia (UEP).

O responsável pela Polícia de Segurança Pública considerou um comportamento "inadmissível" a situação que envolveu o jogador de futebol do FC Porto Marega, que pediu para ser substituído, ao minuto 71 do jogo da 21.ª jornada da I Liga, por ter ouvido cânticos e gritos racistas de adeptos da formação vimaranense, numa altura em que os 'dragões' venciam por 2-1, resultado com que terminaria o encontro.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • VERGONHA! Não devem ter mesmo nada que fazer. Os roubos e os crimes de morte podem esperar. Agora vamos ver um pouco de televisão, é que na segunda-feira a vontade não é nenhuma, mesmo nenhuma para fazer seja o que for. Quantos anos de prisão apanhou o PSP que cegou o adepto do Boavista? Quantos anos de prisão apanhou o "comissário" Ninja, que agrediu o pai benfiquista em frente ao filho ? VERGONHA! Não é para isto que pagamos impostos ao estado socialista do PS.
    Dono dos Burros | 17.02.2020 | 14.01Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE