PUBLICIDADE
Actualidade

CGTP considera "intoleráveis e inaceitáveis" atos de racismo contra Marega

17 | 02 | 2020   15.57H

A CGTP considerou hoje "intoleráveis e inaceitáveis" os atos de racismo cometidos no domingo contra o jogador do FC Porto Moussa Marega em Guimarães, acrescentando que outros episódios semelhantes "não têm sido punidos como é devido".

"A CGTP-IN considera intoleráveis e inaceitáveis os actos de racismo cometidos ontem [domingo] no Estádio D. Afonso Henriques em Guimarães contra o jogador Moussa Marega", pode ler-se num comunicado enviado à imprensa pela intersindical.

A confederação sindical agora liderada por Isabel Camarinha defende que "qualquer forma de racismo, xenofobia e discriminação, seja no desporto, no trabalho, na escola ou em qualquer outro local ou circunstância, é sempre inadmissível e incompatível com os princípios e valores da dignidade humana e da igualdade", inscritos na Constituição.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • É pá! Deixem-se de cavalgar ondas que não são as vossas. Preocupem-se com os direitos dos trabalhadores brancos e pretos, preocupem-se que os pretos ganhem o mesmo que os brancos e que não haja concorrência ilegal na hora de pagar o posto de trabalho. Que não seja contratado o preto porque é mais barato que o branco. Só isso. O resto é arte. Não vos passa pela cabeça criticar a arte dos pretos, quando eles pedem a morte dos brancos nas canções. Claro que não. Coitadinhos estão oprimidos e a culpa toda é do mau do homem-branco. Por isso calados, eram uns verdadeiros poetas e poetisas.
    Dono dos Burros | 17.02.2020 | 16.22Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE