PUBLICIDADE
Venezuela

Caracas recomenda usar diplomacia nas sanções à TAP e sublinha que Maduro é o Presidente

18 | 02 | 2020   03.03H

Caracas recomendou a Lisboa que contacte o ministro de Relações Exteriores venezuelano, Jorge Arreaza, para tratar das sanções impostas à companhia aérea portuguesa TAP e sublinhou que a Venezuela só tem um Presidente, Nicolás Maduro.

"Eles sabem quais são os mecanismos. O respeito é o primeiro. Esse é o primeiro mecanismo, de respeito. E, aqui há um presidente que se chama Nicolas Maduro. Não há outro presidente. Não há", declarou, na segunda-feira, o presidente da Assembleia Constituinte (AC, composta por apoiantes do regime), a propósito da proibição de a TAP voar para o país por 90 dias.

Diosdado Cabello falava aos jornalistas, em Caracas, durante a conferência de imprensa semanal do Partido Socialista Unido da Venezuela (PSUV, no poder), durante a qual se referiu ao líder opositor e presidente interino autoproclamado do país Juan Guaidó como "verme e animal perigoso".

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • O governo fantoche de Portugal só obedece a ordens que lhe são transmitidas ou de Washington ou de Berlim (sede da UE de facto). Só fez o que lhe mandaram. Por isso mão dura com eles.
    Dono dos Burros | 18.02.2020 | 10.40Hver comentário denunciado
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE