PUBLICIDADE
Actualidade

Julgamento de investigadores franceses detidos no Irão começa em março - advogado

18 | 02 | 2020   10.47H

O julgamento dos investigadores franceses Fariba Adelkhah e Roland Marchal, detidos no Irão desde junho por "ameaçarem a segurança nacional e fazerem propaganda contra o regime", começa em 03 de março em Teerão, informou hoje o seu advogado.

A antropóloga franco-iraniana Fariba Adelkhah é acusada de dois crimes - propaganda contra o regime e ataque à segurança nacional - enquanto Roland Marchal é acusado "apenas" de ameaça à segurança social.

"A data do julgamento foi marcada para 13 de Esfand (no calendário iraniano, ou seja, 3 de março) às 09:00", disse o advogado Saïd Dehqan à agência de notícias francesa AFP.

Destak/Lusa | destak@destak.pt

1 comentário

  • Se forem apedrejados, que não vão ser, não será nada mais do que aquilo que, se faz na democrática Arábia Saudita, santuário dos direitos humanos e da mulher em especial. Arábia Saudita que a França e os Estados Unidos da América apoiam sem restrições, vendendo-lhes todo e qualquer armamento que queiram, já que o pagam.
    Dono dos Burros | 18.02.2020 | 11.00Hdenunciar comentário
    Tem a certeza que pretende denunciar este comentário? sim não
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE