PUBLICIDADE
Racismo

Bruno Lage fala em questão de "civismo" e pede "reflexão"

19 | 02 | 2020   18.38H

O treinador do Benfica afirmou hoje que a situação vivida pelo futebolista do FC Porto Moussa Marega em Guimarães "não é apenas de racismo, mas mais de civismo" e salientou que "este é um momento para se refletir".

"Não é apenas uma situação de racismo, mas mais de civismo. Há tanta gente que gosta de futebol e, depois, alguns de nós, andam no futebol, mas não gostam de futebol. Temos de olhar para isto com sentido de responsabilidade tremendo", começou por dizer Bruno Lage, em conferência de imprensa.

O técnico do Benfica falava na antevisão do jogo com o Shakhtar Donetsk, da primeira mão dos 16 avos de final da Liga Europa, mas não se coibiu de pedir a palavra já depois de encerrada a sessão de perguntas dos jornalistas para abordar a situação vivida pelo avançado maliano, no domingo.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE