PUBLICIDADE
Actualidade

Menos filmes, mas mais diversidade marcam 70.ª edição da Berlinale que começa hoje

20 | 02 | 2020   06.18H

O festival internacional de cinema de Berlim arranca hoje com menos filmes do que em edições anteriores, mas com a promessa de "mais espaço para a diversidade", assegura a dupla Mariette Rissenbeek e Carlo Chatrian, que se estreia na direção.

A 70.ª edição da Berlinale exibe, durante 11 dias, 342 filmes nas diferentes secções, menos 58 do que no ano passado. Não há trabalhos portugueses entre os 18 finalistas na competição oficial, mas sim dois atores.

Na corrida para o Urso de Ouro estão os filmes "Todos os mortos", produção brasileira dirigida por Caetano Gotardo e Marco Dutra, em que participa a atriz portuguesa Leonor Silveira, e "Berlin Alexanderplatz", do realizador alemão Burhan Qurbani, com o ator luso-guineense Welket Bungué como protagonista.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE