PUBLICIDADE
Actualidade

Livro conta como mafioso português abalou La Cosa Nostra, o FBI e a justiça nos EUA

20 | 02 | 2020   07.21H

Ser português travou a ascensão de Joseph Barbosa na máfia italiana nos Estados Unidos, mas foi em língua portuguesa o seu elogio fúnebre, após ser assassinado por denunciar mafiosos culpados e inocentes e expor a cumplicidade do FBI nas suas mentiras.

O primeiro diretor do Federal Bureau of Investigation (FBI), Edgar Hoover, classificou-o como "o indivíduo mais perigoso" que esta organização policial norte-americana conhecia, mas foi precisamente a ligação entre ambos que viria a abalar o sistema judicial dos Estados Unidos, após a detenção de vários líderes mafiosos.

A carreira de Joseph Barbosa, conhecido por 'Animal', alcunha que ganhou à custa da violência com que "trabalhava" para a organização mafiosa La Cosa Nostra nos Estados Unidos, é contada pelo jornalista Casey Sherman num livro que revela "a história verídica do português que se tornou no assassino mais temido da máfia" e que a editora Desassossego acaba que publicar.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE