PUBLICIDADE
Óbito/Pulido Valente

"Foi uma das figuras mais marcantes do espaço público em democracia" -- PR

21 | 02 | 2020   18.16H

O Presidente da República lamentou hoje a morte do historiador e colunista Vasco Pulido Valente, descrevendo-o como "estrangeirado, pessimista, desalinhado, cáustico" e considerando-o "uma das figuras mais marcantes do espaço público português em democracia".

Numa nota publicada no portal da Presidência da República na Internet, em reação à notícia da morte de Vasco Pulido Valente, hoje, em Lisboa, aos 78 anos, Marcelo Rebelo de Sousa elogia o seu "génio analítico, que não poupava ninguém".

"O Presidente da República, que inúmeras vezes foi, ao longo da sua vida, objeto dessa impiedosa independência crítica, e que sempre admirou muito, apresenta à família de Vasco Pulido Valente as suas sentidas condolências", acrescenta o chefe de Estado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE