PUBLICIDADE
Síria

14 países da UE apelam Ancara e Moscovo à contenção em Idlib

26 | 02 | 2020   12.16H

Os chefes da diplomacia de 14 países da União Europeia (UE) apelaram hoje à contenção da Rússia e da Turquia na província rebelde síria de Idlib, palco de uma catástrofe humanitária, num artigo publicado num jornal francês.

Os 14 ministros, entre os quais o português Augusto Santos Silva, o francês Jean-Yves Le Drian e o alemão Heiko Maas, também alertaram que a luta contra o "terrorismo" invocada por Moscovo, que apoia a ofensiva do regime do presidente sírio Bashar al-Assad na província, não pode justificar "as violações em massa do direito internacional humanitário".

"Apelamos à Rússia para continuar as negociações com a Turquia, para se alcançar uma diminuição da violência em Idlib e contribuir para uma solução política", referem os signatários do artigo divulgado no diário Le Monde.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE