PUBLICIDADE
Actualidade

Organização goesa quer antiga prisão portuguesa transformada em Museu

26 | 02 | 2020   21.04H

A organização que representa os ex-guerrilheiros goeses estão a exigir a transformação da antiga prisão colonial portuguesa de Aguada num museu em memória dos que lutaram pela libertação do território, anexado pela Índia em 1961.

O atual governo de Goa pretende transformar uma antiga prisão colonial num museu em memória do antigo ministro da defesa Manohar Parrikar, falecido em 2019 e quatro vezes ministro-chefe do território, galardoado com o Padma Bhushan, a terceira maior condecoração entregue a civis na Índia.

Os contestatários consideram que o complexo prisional de Aguada, que atualmente está a ser reparado e remodelado, deve ser apenas um museu dedicado à memória dos que lutaram pela liberdade e que estiveram aprisionados no forte que remonta à presença portuguesa no estado.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE