PUBLICIDADE
Actualidade

Sonagol admite vender ativos diretamente se houver condições

27 | 02 | 2020   13.48H

O presidente da Sonangol admitiu hoje vender alguns ativos diretamente "caso as condições o permitam" e sublinhou que o aumento das participações da petrolífera angolana na Unitel e no Banco Económico visam preparar a venda para "um momento aceitável".

Gaspar Martins, que fez hoje o balanço anual da empresa em Luanda, adiantou que estão a ser preparados concursos para alienação de 11 ativos, para reforçar a capacidade financeira da petrolífera e adiantou que "há uma concertação em curso" com a entidade que gere o programa de privatizações (PROPRIV) no sentido de "alguns deles poderem ser alienados diretamente", caso as condições o permitam.

"São parceiros que acabam por ter um direito de preferência e faz todo o sentido que esta alienação possa ser feita" dessa forma, considerou, numa conferência de imprensa no âmbito do 44.º aniversário da petrolífera estatal angolana.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE