PUBLICIDADE
Actualidade

Investigadores da Nova identificam proteína que reduz Co2 na atmofera

07 | 03 | 2020   13.49H

Cientistas da Universidade Nova de Lisboa descobriram como funciona uma proteína que é capaz de retirar dióxido de carbono da atmosfera, uma função aperfeiçoada ao longo de milhões de anos que poderá agora ser catalisada.

"As plantas, os solos e os oceanos são alguns dos responsáveis por esta remoção, mas não são suficientes para atingir o objetivo" de atingir até 2050 a neutralidade de emissões na Europa, afirmou a investigadora Inês Cardoso Pereira, do Instituto de Tecnologia Química e Biológica António Xavier, que liderou o estudo com Maria João Romão, da Unidade de Ciências Biomoleculares Aplicadas da Faculdade de Ciências e Tecnologia.

Na investigação publicada na revista científica ACS Catalysis, descreve-se como os investigadores foram à procura de uma bactéria comum em solos e ambientes marinhos e no intestino humano, a Desulfovibrio vulgaris.

Destak/Lusa | destak@destak.pt
PUBLICIDADE
PUBLICIDADE